Novos sujeitos de futuras histórias

Coordenação: Karina Gomes Barbosa da Silva (mastudobem@gmail.com)

Assessoria: Relações Públicas e Projetos Especiais

Setor: Departamento de Jornalismo

Resumo: Este projeto busca continuar a promover ações junto a crianças de 4 a 8 anos em busca de construir, veicular e disseminar novas representações de gênero, alternativas àquelas hegemônicas na mídia, que reforçam as assimetrias do patriarcado e as desigualdades de gênero, ao mesmo tempo que proporciona formação gendrada do futuro jornalista da Ufop. Intenta, ainda, discutir com educadores novas estratégias para as abordagens de gênero na escola. Utiliza, para tanto, ferramentas da comunicação e representações veiculadas pela mídia, além da estratégia do  brincar, investindo na ludicidade e na proximidade das linguagens de tais faixas etárias. A ideia é que esses sujeitos possam construir novos imaginários de gênero, que permitam a meninos e meninas identidades mais livres e com novos gendramentos. As demandas por ações desse tipo têm se mostrado urgentes no contexto nacional, diante dos ataques que os estudos e os movimentos de gênero têm enfrentado, e também no contexto marianense, em recebemos relatos e demandas de escolas para enfrentamentos das hierarquias de gênero, do machismo, da misoginia.